15 Cursos com Saídas Profissionais que Deve Considerar

No artigo de hoje trazemos informações sobre uma temática de importância fundamental nos dias de hoje: as saídas profissionais.

Quais os cursos com mais e melhores saídas profissionais?
Até que ponto devemos ter em consideração este aspecto em detrimento de aspectos de vocação e gosto pessoal?

É sobre esta importante temática que iremos discorrer nas próximas linhas. Fiquem connosco.

Mas antes disso, alertámos para o facto de o artigo de hoje não ser exclusivamente sobre cursos profissionais , como tem sido apanágio deste espaço, mas também e principalmente sobre cursos superiores.

Ou seja, grande parte dos cursos que aqui iremos apresentar em seguida numa lista de cursos com maior taxa de empregabilidade, são cursos universitários.

?saidas_profissionais?

Quais os Cursos com Mais e Melhores Saídas Profissionais?

Para responder a esta questão, iremos apoiar-nos num artigo do “Wall Street Journal”, que foi publicado no site Expresso recentemente.

Como refere no artigo publicado no Expresso, estas são as melhores profissões que actualmente se pode ter nos Estados Unidos da América.

Claro está que a realidade portuguesa é diferente, mas não deixa de ser interessante e importante ficar atento a esta lista pois normalmente, a realidade de hoje nos EUA, é a realidade de amanhã em Portugal.

Sem mais demoras, deixamos então os nossos leitores com a lista de melhores profissões da actualidade no panorama norte americano:

  1. Engenheiro de software
  2. Ciências atuariais
  3. Gestor de recursos humanos
  4. Higienista oral
  5. Gestor financeiro
  6. Audiologista
  7. Terapeuta ocupacional
  8. Gestor de marketing online
  9. Analista de sistemas informáticos
  10. Matemático
  11. Terapeuta da fala
  12. Optometrista
  13. Fisioterapeuta
  14. Farmacêutico
  15. Programador web

Esta é a lista das 15 melhores profissões tendo em conta o mercado de trabalho norte americano.

Se quiserem ver as restantes profissões desta lista, consultem o artigo do Expresso que ligámos acima.

Analisando esta lista, do nosso ponto de vista, não existem grandes diferenças para o panorama português. Julgámos que uma pessoa formada em qualquer uma destas profissões, salvo algumas excepções, tem grandes hipóteses de inserção rápida, estável, duradoura, e relativamente bem remunerada no mercado de trabalho.

Outra conclusão que se pode facilmente retirar desta lista, é o facto de as profissões ligadas à saúde estarem em grande número, ocupando cerca de metade das profissões com melhores saídas profissionais.

Para terminar, podemos ainda concluir que também é uma boa aposta a formação em áreas ligadas à informática e mundo virtual, pois podemos constatar que três profissões mencionadas estão relacionadas com as áreas.

Até que ponto deveremos levar este tipo de lista em conta aquando da decisão do nosso futuro profissional, em detrimento de aspectos de vocação e gosto pessoal?

Respondendo agora à segunda questão e que é também a mais complexa, o melhor que podemos aconselhar é o uso de uma balança. Sim, uma balança mas em sentido figurativo.

Ou seja, é preciso pesar bem os prós e os contras quando se opta por este ou por aquele curso, por esta ou por aquela razão.

Na eventualidade de optarmos por um dos cursos com mais e melhores saídas profissionais, e se apenas levarmos em conta estes aspectos, existe uma grande probabilidade de não estarmos a ingressar numa área para a qual estejamos vocacionados ou sobre a qual não tenhamos gosto.

Estes factores são muito importantes, pois é fundamental, para o exercício competente e profissional de qualquer profissão, o gosto, a paixão e a vocação pela área.

Sem isso, o mais provável é que sejamos profissionais medianos e nunca chegaremos á excelência.

Se porventura optarmos exclusivamente por uma área pela qual somos apaixonados e temos vocação, mas se o mercado está saturado deste tipo de profissionais, será difícil ingressar no mercado de trabalho por muita vontade e paixão que se tenha.

Como tal, e em jeito de conclusão, reiterámos o que escrevemos no primeiro parágrafo: o uso de uma balança. Pese bem todos os prós e contras  e tente optar principalmente por uma área para a qual tenha paixão e vocação, mas sem nunca esquecer os actuais paradigmas do mercado de trabalho.

Esperamos que este artigo com os cursos com mais e melhores saídas profissionais o tenha ajudado a esclarecer as suas ideias quanto ao seu futuro profissional.

Caso tenha alguma dúvida, não hesite em deixar nos comentários. Prometemos tentar responder o mais breve possível.

1 Comment

  1. Anónimo
    28 Janeiro, 2013

    Boa noite , eu gostava de saber mais informações sobre o curso profissional de fisioterapeuta? E tambem gostava de saber se posso seguir esse curso apartir do 10ºano? E em que escola o posso seguir? Obrigada pela atenção!

    Responder
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *