Como Esticar o seu Ordenado e Fazer o seu Dinheiro “Render” Mais

O salário mínimo de Portugal é um valor bastante baixo quando consideramos o valor das coisas e despesas que temos no dia-a-dia com as coisas mais triviais como:

  • Renda da casa;
  • Água, Luz, Gás;
  • Alimentação;
  • Saúde;
  • Carro;

Algo que é considerado hoje em dia básico acaba logo com a maioria do seu orçamento mensal.

Uma grande verdade é que na maioria dos casos é mais fácil poupar 50? por mês que ganhar mais 50? por mês, isto porque muitas vezes apenas cortando em pequenas coisas, fazendo certos ajustes, etc… já vai permitir que essa poupança aconteça.

Está pronto para saber algumas dicas de como esticar o seu ordenado que já é pequeno para o que precisa?

Vamos lá ver isso então…

Como Esticar o seu Ordenado

Pague Sempre com Dinheiro

Um erro bastante comum das pessoas nos dias de hoje é pagarem tudo com cartão de débito/crédito.

Não é que isso seja um problema muito grande por si só, mas a sua percepção de quanto realmente está a gastar desaparece um pouco e você facilmente começa a gastar demais sem perceber.

Ao ter o seu dinheiro na mão e ter que o entregar a alguém cada vez que o gasta irá fazê-lo sentir uma sensação de perda e lhe dará mais consciência nos gastos.

pagar em dinheiro

Avalie as suas Despesas e Categorize

As despesas têm 3 categorias possíveis no que diz respeito a necessidade:

  • Fixas;
  • Variáveis;
  • Extras;

As despesas fixas como é o caso da renda da casa, prestação do carro, algum tipo de mensalidade, etc… são aquelas que é mais difícil mexer mas mesmo assim você pode ir tentando, negociando um novo tipo de acordo, baixando mensalidades, etc…

Coisas como múltiplos empréstimos tem sempre a hipótese de consolidar tudo num e assim conseguir diminuir a taxa de juro aplicada e conseguir melhores condições de pagamento.

As variáveis são aquelas que você precisa mas vão variando, como é o caso da alimentação, despesas de transporte como é o caso do combustível, entre outras.

Aqui normalmente é possível reduzir as mesmas, desde ir aproveitando promoções, estar atento aos folhetos (Portugal / Brasil), usar transportes públicos ou partilhar carro com amigos.

E por tem as extras que são todas aquelas coisas que você não precisa mesmo, como é o caso de ir ao café regularmente, ir ao cinema, ginásio, compras por impulso, etc…

Muitas destas coisas dão perfeitamente para cortar ou então contornar a situação como é o caso do ginásio que pode ser substituído por exercícios em casa ou na rua, jogging, running, ou outras atividades.

Pague as suas Contas Atempadamente

Multas por atraso de pagamento são uma realidade e na maioria dos casos acontecem apenas por esquecimento ou falta de organização da sua parte e não por falta de recursos para as pagar até ao final do prazo.

Evite isso e pague sempre as suas contas a tempo para que não tenha de pagar este tipo de multa totalmente desnecessariamente.

contas a pagar

Poupe Mensalmente ou mesmo Diariamente

Defina um valor que acredita ser exequível dentro do seu orçamento para poupar, quer seja ele mensal ou diário e vá sempre colocando ele numa conta em separado ou então em algum lugar que você queira guardá-lo e imponha uma regra a si próprio:

“Não irá gastar esse dinheiro sem ser algo que seja mesmo preciso”

Ao fim de um tempo vai ver que já conseguiu juntar algum dinheiro que talvez nem acreditasse ser possível, apenas porque foi separando algum dinheiro de parte e excluindo-o do seu orçamento mensal.

E então, já ficou a saber como esticar o seu ordenado e fazer o seu dinheiro render mais de forma eficaz?

Deixe nos comentários abaixo alguma sugestão ou dúvida com que tenha ficado após a leitura do artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *